Quando pensamos não ter mais homens honestos na política, vem a grata surpresa.


Corauci Sobrinho, varias vezes vereador por Ribeirão Preto, Deputado Estadual e Federal, e agora pré candidato pelo PSB a Deputado Federal, numa bela entrevista ao Altiaqui. Fica clara a postura de um grande homem e um grande estadista.

Altiaqui: È um grande prazer estar com o senhor, me faz bem estar perto de grandes homens!Muito boa noite!

Corauci: Boa noite Ademir, é um prazer muito grande de minha parte conhecê-lo, eu já conheço o trabalho que você faz através de seu site, que eu acesso sempre em Ribeirão Preto, do seu jornal aqui de Altinópolis, de modo que eu já conheço sua luta por Altinópolis, o seu amor pelo povo dessa cidade, e é uma alegria muito grande estar aqui ao lado desses companheiros. Estou sendo recebido aqui na casa de meu amigo “Garrincha” de muitos e muitos anos, estão me recebendo aqui também os vereadores Dr. Fausto e Zé Cristino, que são vereadores que enobrecem a câmara municipal de Altinópolis. E nós temos uma ligação com essa cidade de muitos anos, sempre que posso, venho para Ca.
Já temos serviços prestados a esta cidade, no passado, principalmente quando eu era Deputado Federal e cito algumas.

Verba para o hospital da mulher, parte desse hospital e dos equipamentos veio através de emenda que apresentamos ao governo federal, a avenida de entrada, de acesso a acidade, uma parte foi construída com verbas federais , então, nós temos uma ligação com a cidade de Altinópolis através da amizade e do relacionamento.

E agora, como pré candidato a Deputado Federal pelo PSB e também com a missão de ajudar a fortalecer o partido, eu tenho percorrido a região, e onde o partido ainda não tem uma comissão provisória organizada, nós estamos organizando. Estamos procurando lideranças na cidade, para que o partido possa ter uma vida política, preparar o partido para as eleições de 2012,e onde ele já existe, onde tem uma historia, como é o caso aqui de Altinópolis, onde temos o nobre vereador DR. Fausto, muito bem intencionado, temos que visitar para fortalecer o partido, fazer programas de filiação.

E é uma alegria muito grande estar aqui em Altinópolis, onde me sinto realmente em casa, podendo rever amigos, debater problemas ligados a política brasileira, estadual e regional. Esse convívio é sempre muito interessante, porque, em política, ninguém só ensina ou só aprende, todos nós, qualquer reunião, em qualquer contato, nós ensinamos e também aprendemos, e reuniões como essa aqui de hoje, por exemplo, eu estou passando um pouco do conhecimento que tenho, e estou aprendendo também com meus companheiros de Altinópolis. È uma reunião de muita fertilidade, de muita importância, e eu retorno para minha cidade, Ribeirão Preto, com muita esperança e com muita alegria em poder ter revisto esses companheiros de longa data, e tenho certeza que o PSB e os partidos coligados, tendem a se fortalecer aqui em Altinópolis e na nossa região. Esse é nosso papel, a missão que recebi do presidente nacional do partido, Governador de Pernambuco “Eduardo Campos” e do presidente estadual do partido, o Deputado Federal “Marcio França”. E também anunciando que sou pré candidato do PSB a Deputo Federal.

Altiaqui: Eu ouvi hoje do senhor, aqui na nossa reunião, algo que faço questão de colocar no ar, quando vossa excelência falou de ficha limpa. Vossa excelência disse: “minha ficha é limpa, e se for diferente disso, eu prefiro deixar a política, porque o meu sobrenome foi emprestado pelo meu pai. E eu disse ao senhor, que pensei que nunca mais ouviria isso. Sua frase me deixou muito feliz e emocionado, pois apesar de tudo, eu ainda acredito na política, nos homens de boa intenção. Então lhe pergunto: ainda da para o caráter, a probidade, a lisura, o homem e a política caminharem juntos?

Corauci: Com certeza! Vou repetir o que eu disse pra você aqui na reunião. O nome Corauci, que na política é usado por mim que fui Vereador em Ribeirão Preto, Deputado Estadual, Secretario de Estado e Deputado Federal, e também é usado pelo meu irmão Corauci Neto, que é vereador em Ribeirão Preto. E esse nome é um nome de família, que me foi emprestado pelo meu pai, e me foi emprestado, honrosamente, honradamente e limpo. Meu pai era um simples marceneiro, que não tinha sequer o “Grupo Escolar”, mas ele tinha valores e princípios, de ética, de patriotismo, de nacionalismo, de honestidade e caráter que passou para nós, e tanto eu, quanto meu irmão, sempre repetimos essa frase” O nome que temos, nos foi emprestado pelo nosso pai”, o velho “Nino Corauci”. Isso que eu estou dizendo, sintetiza de certa maneira, uma frase que tem em uma musica de Lupicínio Rodrigues, e você Ademir, que gosta de musica, aprecia a boa musica, veja essa frase da musica de Lupicínio, que eu acho fantástica. “A vergonha, é a herança maior que meu pai me deixou”. E foi isso que meu pai me deixou, a vergonha na cara, o caráter, principalmente quando se trata da coisa publica, porque, quando o dinheiro é meu, se eu quiser ir à esquina e tomar um guaraná, eu vou e tomo, o dinheiro é meu, se eu quiser fazer uma viagem, eu vou e faço, o dinheiro é meu, agora, quando se trata do dinheiro publico, dinheiro suado, de quem paga imposto, ai, o raciocínio é diferente, e temos que utilizar esse dinheiro, única e exclusivamente para o bem comum, para o bem do cidadão, e eu afirmo a você, é perfeitamente possível sim, e eu fui Deputado Federal por doze anos, convivi com homens probos, não é verdade que todos os políticos sejam sem caráter, existem sim, muitos políticos e homens públicos, preocupados com o bem comum, com a coisa publica, e eu pude atestar isso tanto na câmara de vereadores, quanto como Deputado Federal e Estadual ,então, é perfeitamente possível, conciliar o dia a dia da política, com seu objetivo maior que é promover o bem comum.

Altiaqui: Vossa excelência acaba de dar um belíssimo exemplo de como deve proceder um homem publico.E eu quero lhe perguntar ,qual a importância da imprensa no exercício democrático de uma nação?

Corauci: A imprensa é o pilar da democracia! Verifique você, que nos últimos anos no Brasil, todos os grandes escândalos que tivemos no país, que levaram a cassação até de um Presidente da Republica (Fernando Collor de Melo), depois de deputados , senadores, todos eles foram denunciados pela imprensa, e eu digo que é o pilar da democracia, porque é ela que investiga, que da a noticia,é ela que é independente e imparcial. Claro que como em todas as classes, nós temos os autênticos e verdadeiros, e aqueles que maculam, temos também órgãos de imprensa que muitas vezes viram “chapa branca” e acabam se desvirtuando de seu caminho, mas, de maneira geral, a imprensa quando livre como é no Brasil graças a Deus, é ela que sustenta a democracia, porque, ela chega ao povo que Le jornal, que ouve radio que acessa sites da internet, que vê televisão, enfim, a imprensa encurtou as distancias,aproximou as pessoas, ela informa e forma opiniões , ela é essencial e indispensável num regime democrático . A nossa democracia ainda é tenra, e eu digo tenra porque tivemos um regime ditatorial até 1985 e o nosso período democrático tem apenas 25 anos, mas ela está se consolidando a cada dia e não existe processo democrático, com raiz profunda, se a imprensa não for totalmente livre e de preferência liberta das amarras dos poderes públicos, quaisquer que sejam, nas esferas federal, estadual e municipal.

Altiaqui: Eu costumo dizer que o altiaqui tem olho clínico, e na conversa que tivemos , percebi claramente a idoneidade, o caráter de vossa excelência e sei que estou falando com um grande Homem. Vossa excelência, com tanta experiência, passou pela ditadura, viu ser implantada a democracia, viu surgir e ajudou a criar a constituição de 2008, responda: O Brasil está mudando?

Corauci: O Brasil está mudando por causa da consciência política que estamos voltando a ter, eu sou de uma geração em que o debate político fazia parte de nosso dia a dia. Em 1968 eu me lembro que foi um ano muito difícil, eu era estudante da faculdade de direito, foi o ano das manifestações estudantis, que ocorrem em vários países, inclusive no Brasil, e nós estávamos nos antepondo ao AI5 na época, que era um ato institucional dos mais perversos, que caçava e prendia qualquer cidadão, não interessando ser cargo, da noite para o dia, sem qualquer explicação numa perseguição odiosa, e nós fizemos uma manifestação à época, no centro da cidade Ribeirão Preto, entre a praça XV e a praça da catedral, aonde a cavalaria veio sobre nós, e tivemos que nos refugiar dentro da catedral, os soldados à porta da catedral, e apareceu o Arcebispo de Ribeirão Preto,” Dom Felício Cesar da Cunha Vasconcelos”, intercedeu por nós e não permitiu a entrada dos soldados. E veja que já em 1968, portanto há 42 anos o debate político era de nosso dia a dia, e eu percebo agora, que após o período onde as consciências foram massacradas pelo autoritarismo, onde política era assunto proibido, agora uma parte considerável da juventude, começa a se interessar pela política, e eles estão chegando a conclusão obvia, que tudo na nossa vida gira em torno da política, desde antes de nascermos até depois que morremos, os políticos são quem decidem tudo, seja saúde, educação, IPTUs, salários, aposentados, tudo passa pelo crivo da política e dos políticos, então, não da para ficar alienado do processo político, e na medida em que o jovem volta a participar do processo,quem ganha com isso é a democracia.Eu espero que esse processo se amplie, para isso a internet tem um papel fundamental , porque o jovem está antenado, ligado, e isso vai consolidar nosso processo democrático, pois nós ainda estamos trilhando.Não podemos dizer que somos uma democracia consolidada, até pelos vizinhos que temos , que lamentavelmente trilham caminhos opostos ,onde na Venezuela o Chaves quer se perpetuar no poder, fecha estações de radio e TV , agora estatizou universidade privada, fechou empresas, o investimento está fugindo da Venezuela,enfim, um processo que não é democrático, e nós, apesar da vizinhança que nos incomoda, estamos no caminho certo., e a prova disso e nosso Presidente da Republica que deve ter sido muito tentado , com a popularidade que tem ,a mandar para o congresso a possibilidade de um terceiro mandato,e não o fez , resistiu a tudo isso em nome da democracia, e o caminho é exatamente esse.

Altiaqui: Eu já conversei com vários políticos, uns honestos, outros nem tanto, outros nem um pouquinho, e quero deixar claro para o senhor, que esse contato de hoje me fez aprender muito com o senhor, o senhor da um exemplo muito bacana para nós, e mostra isso com sua postura, me fazendo sentir feliz, lisonjeado e emocionado em conhecê-lo, e eu repito, eu não esperava mais ouvir, o que ouvi hoje aqui do senhor. Agradeço muito por me atender e faço questão de dizer que para homens de sua índole, me coloco a disposição, assim como deixo a disposição também os meus humildes meios de comunicação. Muitíssimo obrigado, e já vou me dar o direito de chamá-lo de Deputado.

Corauci: Eu é que agradeço, e como eu disse antes, se eu pude passar alguma coisa para você, pode ter certeza que eu também aprendi muito com você, sempre é assim, em todo relacionamento bem intencionado, a gente tanto ensina quanto aprende. Quando eu lecionava na faculdade, eu sempre dizia isso em classe: “Olhem, eu sou o professor e vocês os alunos, mas eu vou ensinar a vocês e aprender com vocês”.

Eu quero cumprimentá-lo pelo seu site, pelo primeiro numero de seu jornal, desejo muito êxito a você, Oxalá a imprensa brasileira, por mais importante ou maior que ela seja, ela pudesse ser inspirada nos princípios idealistas e sérios que você exercita aqui em Altinópolis.

Um abraço e meus parabéns a você, espero outras vezes voltar aqui, rever meus companheiros e reencontrar você Ademir para trocarmos mais idéias e eu poder passar Algo de bom para você, e também você passar para mim, como passou hoje aqui.

Muito obrigado e um grande abraço.

0 comentários :

Postar um comentário