A prefeita de Ribeirão Preto, com base nos argumentos do projeto do vereador Corauci Neto, promulgou, em março do ano passado, a lei que resgata o dia 20 de janeiro como feriado municipal. Nesse dia se comemora o Dia de São Sebastião, padroeiro de Ribeirão Preto. Até 1967 essa data era considerada feriado municipal e a lei pretende resgatar a tradição.

A história da cidade começa com a lei provincial nº 51, de 2 de abril de 1870, quando foi criada a Freguesia (Distrito de Paz) de São Sebastião do Ribeirão Preto, fixando-se os limites correspondendo aos atuais municípios de Ribeirão Preto, Sertãozinho, Cravinhos, Serrana, Pontal, Dumont, Guatapará e Distrito de Bonfim. Ainda em 1870, no dia 16 de julho, foi criada a Paróquia compreendendo os mesmos limites da Freguesia.

São Sebastião é um santo muito popular e padroeiro também do município do Rio de Janeiro. É considerado protetor da humanidade contra a fome, a peste e a guerra. O padre Francisco Jaber Zanardo Moussa, o padre Chico, da catedral, elogia a promulgação da lei. “A prefeita atendeu um pedido da comunidade católica, que não irá atrapalhar o feriado de aniversário da cidade, que continua no dia 19 de junho. Essa iniciativa só valoriza o santo e resgata a história da cidade. E nesse dia, poderemos realizar quermesses, festejando São Sebastião, organizando futuras ações culturais do padroeiro”, declarou o padre.

Oração a São Sebastião

Glorioso mártir São Sebastião,
soldado de Cristo
e exemplo de cristão,
hoje vimos pedir
a vossa intercessão
junto ao trono do Senhor Jesus,
nosso Salvador,
por Quem destes a vida.
Vós que vivestes a fé
e perseverastes até o fim,
pedi a Jesus por nós
para que sejamos
testemunhas do amor de Deus.
Vós que esperastes com firmeza
nas palavras de Jesus,
pedi-Lhe por nós,
para que aumente
a nossa esperança na ressurreição.
Vós que vivestes a caridade
para com os irmãos,
pedi a Jesus para que aumente
o nosso amor para com todos.
Enfim, glorioso mártir São Sebastião,
protegei-nos contra a peste,
a fome e a guerra;
defendei as nossas plantações
e os nossos rebanhos,
que são dons de Deus para o nosso bem
e para o bem de todos.
E defendei-nos do pecado,
que é o maior
de todos os males.
Assim seja.

0 comentários :

Postar um comentário