A Società Dante Alighieri escolhe, a cada FestItália, uma família de imigrantes italianos que tenha engrandecido a nossa colônia com o seu trabalho e dedicação, tornando-se exemplo a ser homenageado.
Na edição do ano passado, a família Biagi foi a homenageada; neste ano, a escolhida foi a família Coraucci.
A história da família Coraucci no Brasil começou com a chegada de Mentore Coraucci que, partindo de Gênova a bordo do vapor Caffaro, desembarcou em Santos no dia 8 de junho de 1892.

Junto com seus irmãos Medea e Romeo, rumaram com seus filhos para Amparo,SP, de onde alguns descendentes partiram para outras cidades do interor de São Paulo.

Mentore, marceneiro de profissão, casou-se com Adelle, e deste casamento nasceram Ida, Pio e Nullo.
Nullo casou-se em 1907 com Lázara e mudou-se para Ribeirão Preto e em seguida para Franca, para trabalhar no mesmo ofício de marceneiro.

Deste casamento nasceram Ettore (Nino), Altair, Dolivar, Waldemar e Alfredo.

Ettore (Nino) casou-se com Aurora e deste casamento nasceram Ana Tereza, José Nillo, Valdemar e Dilma.
Para quem ainda não identificou, José Nillo é o Vereador e Radialista Coraucci Neto e Valdemar é o ex-deputado Corauci Sobrinho e atual Diretor da Rádio CMN; Ana Tereza e Dilma são Professoras aposentadas.

0 comentários :

Postar um comentário