Internado há 12 dias no Hospital São Francisco, devido uma crise de hipertensão, o vereador e radialista Coraucci Netto (PSD) conta as horas para voltar a rotina. Um dia após deixar o CTI (Centro de Terapia Intensiva), Coraucci conversou com A Cidade por telefone, do quarto do hospital, e enfatizou sentir saudade do Legislativo e de seu programa de rádio.

"A minha vida é a Câmara e o rádio", afirmou o vereador, que animado com a evolução de seu quadro de saúde, chegou a cantar e brincar com a reportagem. "Não estou mais com problema nos olhos, não terei mais que usar óculos de sol, portanto, não serei mais chamado de Waldick Soriano. Apesar de que não é nenhum demérito ser chamado de Waldick, ele compôs uma das canções mais bonitas do Brasil, que é a ‘Tortura de Amor’, gravada por dezenas de cantores, inclusive por mim", ressaltou, antes de cantá-la.

O vereador, que deve permanecer internado até o fim desta semana, informou ter apenas oscilação de pressão, não podendo, portanto, se emocionar ou se estressar. "Espero ir para casa na sexta, não há lugar melhor do que a casa da gente. Gostaria de agradecer, em meu nome e de toda a minha família, a todas as pessoas que me ajudaram com orações. Tenho certeza que recebi uma graça", frisou o devoto de Nossa Senhora de Aparecida, que carrega consigo a oração "Maria Passa na Frente".

Coraucci contou sobre o mal-estar, que o deixou nove dias no CTI. Além de várias ligações, Coraucci recebeu a visita da prefeita Dárcy Vera (PSD) e do vereador Marcelo Palinkas (PSD).

fonte: Jornal A Cidade

0 comentários :

Postar um comentário