ORAÇÃO MARIA PASSA NA FRENTE



Veja o novo video da Oração Maria Passa na Frente.


Mais

Jean Corauci quer programa para reforma de casas para população carente

Vereador trabalha para Ribeirão Preto fazer parte do Cartão Reforma, do governo federal.

O vereador Jean Corauci quer Ribeirão Preto inserido na lista de municípios que oferecem o Cartão Reforma, do governo federal, para ajudar a população de baixa renda a conseguir melhoras as condições de moradia.

O Cartão Reforma vai fornecer auxílio em dinheiro em forma de crédito para famílias de baixa renda que têm a necessidade de realizar reformas em suas residências. O programa vai oferecer em média R$ 5 mil, destinados a compra de materiais de construção.

“Fiz a indicação e o governo já me mandou um ofício informando que a ideia é importante para a nossa cidade”, afirmou o vereador, que recebeu um ofício do Secretário de Governo, Nicanor Lopes, informando que a Prefeitura estuda aderir ao programa.

O Cartão Reforma ainda ajudará a economia, já que os materiais precisam ser comprados em locais autorizados, sendo que os recursos não podem ser usados para outros fins.

“Para garantir moradia digna para todos, também já apresentei o projeto que cria o Banco de Materiais de Construção, voltado a famílias de baixa renda. Quem tiver sobras de material de construção pode fazer a doação para o banco”, afirmou o vereador.

Mais

CPI da eutanásia ouve responsável pela Coordenadoria de Bem Estar Animal

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara que investiga os casos e procedimentos de prática de eutanásia em animais na Coordenadoria de Bem Estar Animal, reuniu-se na tarde desta terça-feira (17), para realização de oitiva com a coordenadora Carolina Vilela.   

O membro Jean Corauci  fez questionamentos desde o trabalho operacional de recolhimento de animais até as práticas administrativas do Órgão. Carolina explicou que a Coordenadoria recolhe apenas os animais que estão debilitados nas vias públicas, porque o prédio não comporta o recolhimento de todos por falta de estrutura. Informou que não possui veterinário 24 horas, e que aos finais de semana permanecem de plantão duas pessoas para limpeza do canil, uma telefonista e um motorista, no horário das 07 às 15 horas, além de um profissional veterinário para procedimentos de avaliação e eventualmente medicação.

Sobre a aplicação de eutanásia, a coordenadora disse que esse procedimento é realizado  em situações de sofrimento do animal, quando não responde em nenhuma hipótese ao tratamento proposto. São casos, segundo Carolina, em que os animais estão agonizando, com vírus da Cinomose em estágio grave ou fratura irreversível.

Acerca das condições de trabalho, Carolina informou aos vereadores que na Coordenadoria não há equipamentos para prestação de bom atendimento aos animais, e que havia terceirização através de convênio da prefeitura com clínica particular. Disse que a Coordenadoria está em processo de recebimento de orçamentos para o retorno da parceria. 

A Comissão deliberou e aprovou as convocações do veterinário Gustavo Cunha Silva e do servidor Davi Batista Pinto, ambos da Coordenadoria de Bem Estar Animal; além do veterinário Frederico Vicentini, ex-servidor da Coordenadoria, para prestarem esclarecimentos no dia 10 de maio, às 15 horas. Aprovado também o convite à veterinária Ana Carolina Chaves Pisa, que também serviu o Órgão.

Mais

CPI da eutanásia inicia com diligência e vistoria a abrigo de animais


O vereador Jean Corauci, participou na tarde desta quinta-feira (12), reunião que ratificou a transformação da Comissão Especial de Estudos da eutanásia em CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito.  


A necessidade da CPI se deu principalmente após confirmação em depoimento oficial na Câmara, da coordenadora do Bem Estar Animal, Carolina Vilela, sobre a realização de procedimento em desconformidade com lei estadual, relatado em entrevista concedida por veterinário da Coordenadoria. 

Na sequência,  Jean Corauci e os demais membros da CPI realizaram a primeira diligência à Coordenadoria do Bem Estar Animal.  Os parlamentares vistoriaram as dependências onde vivem os animais, conversaram com os responsáveis e checaram documentos de rotina. "Aqui os procedimentos são manuais, praticamente nada informatizado. Agora a prefeitura tem a oportunidade de mudar seu olhar para as questões dos animais e acabar com qualquer tipo de desrespeito", conclui Papa.

O próximo passo da Comissão é ouvir em reunião oficial a Coordenadora do Bem Estar Animal, Carolina Vilela. A oitiva está programada para o próximo dia 17, às 15h, na sala de comissões do legislativo.


Mais

LUTA POR NOSSO PATRIMÔNIO

O Jornal da Clube mostra nossa luta pela preservação de nossa Maria Fumaça, marco de nossa cidade. Estamos lutando para que nosso patrimônio seja restaurado e volte a encantar a todos. 

Vou continuar cobrando a Prefeitura de Ribeirão Preto para que o projeto ande de forma rápida. Nossa trabalho continuará até que a nossa Maria Fumaça volte aos trilhos.



Mais

CEE da Maria Fumaça ouve presidente do Brasil Convention & Visitours Bureau


A Comissão Especial de Estudos da Maria Fumaça, que foi criada com o objetivo de encontrar meios para a sua preservação, ouviu na tarde desta quinta-feira, 29 de março, o presidente do Brasil Convention & Visitours Bureau, Márcio Santiago.


Responsável pelo projeto que iria restaurar as Marias Fumaça e as Estações Mogiana e Barracão, Márcio afirmou que existia o recurso liberado pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, e por falha da prefeitura, que deixou de enviar a documentação necessária dentro do prazo, a verba foi perdida.

O Jean Corauci, conheceu o projeto apresentado, que contempla além da restauração das estações e dormentes, a melhoria do entorno das estações com ciclovias e paisagismo adequado.

Maraca questionou a respeito da justificativa do secretário do Turismo de Ribeirão, que o recurso federal foi preterido por a prefeitura achar conveniente que esta verba venha da iniciativa privada. Márcio acredita que esta justificativa não condiz com a verdade, visto que passados nove meses, nenhuma empresa privada se manifestou ou foi citada para colocar em prática o projeto.

Em Ribeirão Preto existem duas das dezesseis Marias Fumaças do Brasil. A importância de incentivar o turismo em Ribeirão foi citada por Márcio, valorizando a história da cidade e da época da ferrovia.

Jean Corauci concluiu sobre a importância das estações, “Ribeirão dependeu da Mogiana, é a história da cidade.”

Os vereadores receberam toda documentação apresentada por Santiago, que será anexada no processo da CEE.

Mais

REDE MUNICIPAL DE ENSINO PARTICIPARÁ DO PROGRAMA “CÂMARA NA ESCOLA”

A secretária da Educação de Ribeirão Preto, Luciana Rodrigues, confirmou a participação dos alunos do Ensino Fundamental II de escolas municipais no programa “Câmara na Escola”. 

O programa é desenvolvido pela Câmara de Vereadores e tem por objetivo contribuir na formação cidadã dos estudantes. Desde sua implantação, efetivada na legislatura 2009/2012, o programa atendeu mais de 9,8 mil alunos com visitas à Casa de Leis, sucedidas por debates e esclarecimentos sobre o papel dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

Segundo a secretária da Educação, a participação da rede municipal ocorrerá de acordo com o interesse de cada escola, mediante agendamento de transporte em datas e horários previamente definidos.

“O projeto tem grande importância e significado para a formação crítica dos alunos e, por isso, daremos continuidade a esta parceria”, ressalta a secretária.

Mais

COMISSÃO DA EUTANÁSIA OUVE REPRESENTANTES DE ONGS

Foi realizada na tarde desta terça-feira, 15 de março, mais uma reunião da Comissão Especial de Estudos que busca informações sobre os casos de prática de eutanásia em animais na Coordenadoria de Bem Estar Animal de Ribeirão Preto.

Natália Camargo é publicitária e faz parte da ONG "Cãopaixão", ela explicou que comparecia semanalmente para fiscalizar as ações do antigo CCZ - Centro de Controle de Zoonoses, e que alguns animais desapareciam de maneira suspeita. "Nós ligávamos cobrando a chefia sobre o sumiço desses animais e eles respondiam apenas que o bicho havia amanhecido morto. Nós percebíamos que havia omissão, não existia tratamento nem cuidado", afirma. Durante o encontro Natalia exibiu através de slides imagens de como era a rotina de trabalho no CCZ. O arquivo da ONG revela condutas passiveis de investigação, com fotos relacionadas ao comportamento dos funcionários, o isolamento em que viviam os animais e as condições do local onde eram mantidos. "Eu não sei se essa situação continua, porque nós fomos expulsos de lá por uma denúncia", conclui a publicitária.

Mariana Simon, do projeto "Meu Herói", acompanha a Coordenadoria de Bem Estar Animal desde 2010, quando ainda era CCZ. Segundo ela, a Coordenadoria não tem programas de guarda responsável ou projetos educativos de castração. "Fora que não há parcerias. A maioria dos CCZs e Coordenadorias hoje em dia não funcionam sem esse tipo de ajuda. É preciso ter estrutura, porque só a atuação dos veterinários não é suficiente", conta. Mariana apresentou também um pouco do trabalho da ONG e revelou indignação sobre a falta de gestão no órgão da prefeitura. "Eu não sei porque a gente consegue trabalhar de maneira voluntária e obter bons resultados, e a prefeitura com uma verba absurda não tem planejamento eficaz", finaliza.

As próximas reuniões serão divulgadas pelos canais de comunicação do legislativo. 


Mais

ENTRADA DE ANIMAIS NOS PARQUES É DEBATIDA EM COMISSÃO


A Comissão Especial de Estudos que analisa as implicações práticas e o cumprimento da Lei 13.882/2016, que trata da postura municipal em Parques Públicos - entrada de animais, reuniu-se na noite desta quarta-feira, 14 de março. O vereador Jean Corauci ouviu Luis Anselmo Zuccolo Junior, ouvidor e corregedor da Guarda Municipal de Ribeirão Preto. 

Zuccolo explicou que o principal desafio da Guarda em relação ao cumprimento da legislação é conscientizar a população sobre quais tipos de animais podem entrar nos parques, uma vez que a lei especifica alguns requisitos para isso, entre eles raça, tamanho e peso. Informou que os guardas têm dificuldades em fiscalizar e controlar o acesso dos animais não permitidos, entre outros motivos, pela falta de orientação e porque o efetivo da Guarda Municipal é reduzido.

Outra questão abordada no encontro é o não comprometimento de algumas pessoas em recolher os dejetos desses animais, situação que gera problemas entre os frequentadores dos parques. Rodrigo Simões ressaltou que isso potencializa a intolerância por parte daqueles que não querem o convívio com animais, por isso a importância da presença de representantes de organizações nos encontros para discutir as soluções.

A próxima reunião da Comissão de Estudos acontecerá no prazo máximo de dez dias, e mais pessoas serão ouvidas para esclarecimentos sobre a viabilidade da lei na cidade.


Mais

HOMENAGEM PARA AS MULHERES

Ontem tive a honra de participar da sessão solene em homenagem ao Dia da Mulher.

Em sinal de meu agradecimento para todas as mulheres, escolhi como minha homenageada Roseli Severim Camacho, que há mais de 30 anos faz trabalhos voluntários e cuida, principalmente, da alma das pessoas.

Em nome dela, fica o meu carinho para todas as mulheres.

Mais

FISCALIZAÇÃO E MAIS UMA DECEPÇÃO

Estive no Parque Flamboyans para mais uma fiscalização e mais uma vez vi de perto o descaso da Prefeitura De Ribeirão Preto.

O retrato é sempre o mesmo: mato alto, buracos e bocas de lobo sujas dominam o bairro.

Conversando com os moradores, é unânime a decepção com o cenário de abandono. Todos cobram medidas urgentes e me comprometi com eles a continuar pressionar o governo pelas mudanças necessárias.

Mais

TRABALHO QUE DÁ RESULTADO – MELHORIAS NA SAÚDE


Desde o ano passado pressiono a Prefeitura De Ribeirão Preto para implantar um aplicativo de agendamento para consultas na rede pública de saúde.

Hoje, no Jornal Tribuna Ribeirão, vejo que a pressão deu resultado.

Finalmente o governo se movimentou e adotou a tecnologia para tentar melhorar a vida dos pacientes, diminuindo assim as filas.

Ainda falta muita coisa, mas continuarei trabalhando muito para melhorar nossa Saúde.

Mais

FISCALIZAÇÃO NA RIBEIRÂNIA

A fiscalização nos bairros não para. Estive na Ribeirânia e constatei que o bairro encara problemas pela falta de cuidados por parte da Prefeitura de Ribeirão Preto.

O mato alto, buracos e bocas de lobo sujas dominam o bairro. O governo já assumiu que deixou do lado a zeladoria da cidade, cortando recursos. Agora, a população sofre com esses problemas.

Vou continuar cobrando as melhorias que os bairros de Ribeirão precisam.

 

Mais

FALTA DE CUIDADO COM RIBEIRÃO PRETO



Pelos quatro cantos de Ribeirão, os problemas são os mesmos. O bairro Orestes Lopes de Camargo, na zona Norte, sofre com o mato alto, bocas de lobo entupidas e buracos no asfalto.

No bairro ainda já pedi a mais de um ano a iluminação de uma passarela, mas a Prefeitura de Ribeirão Preto nada fez.

Não vou abrir mão de fiscalizar os serviços públicos e vou cobrar que a nossa população receba o tratamento que merece.

Mais

Das 258 áreas em concessão, 88 estão em desacordo com a legislação

O secretário do Planejamento, Edsom Ortega Marques, e o diretor do Departamento Sócio Econômico, Eduardo Almeida, foram ouvidos pelos membros da Comissão Especial de Estudos para analisar a situação dos imóveis doados pela Prefeitura Municipal às diversas instituições em nosso município, na última quinta-feira, 22 de fevereiro.

O vereador Jean Corauci, ouviu do secretário que no início dessa gestão, foi criada a Comissão do Patrimônio da Cidade. Esse grupo visitou 258 prédios, fotografando e coletando informações necessárias, a partir deste trabalho foi constatado que 170 imóveis estavam dentro da conformidade da lei, porém 88 destes locais não estavam dentro do que foi proposto no processo de concessão. Dentre estes irregulares, 43 solicitaram que a concessão fosse revogada, entre os vários motivos Ortega citou que a legislação atual não permite mais o que no passado autorizava, ou o não cumprimento do exigido no contrato, e até mesmo a inexistência da entidade contemplada, que neste caso será encaminhado um parecer à Casa Civil para que se promova o ato para revogar a concessão.

O secretário comunicou também que destas 88 áreas irregulares, 12 não foram localizados os processos em relação à concessão. E neste caso será montado processo e a entidade convocada para verificar o que poderá ser feito.

Todas entidades estão sendo notificadas e será verificado caso a caso se a legislação está sendo respeitada.

“É importante ver que a partir de agora algum zelo com o bem público está sendo tomado” disse Jean Corauci.

Finalizando a reunião, o secretário se comprometeu a enviar todos os dados coletados assim que os estudos da Comissão do Patrimônio estejam concluídos.

Mais

CEE dos combustíveis ouve delegado da Receita e Chefe do PROCON

A Comissão Especial de Estudos para analisar os preços dos combustíveis em Ribeirão Preto, se reuniu nesta segunda-feira para ouvir o delegado da Receita Federal, Glauco Guimarães Marcos, o chefe de orientação e análise tributária da Receita Federal, Carlo Alessandro Mesquita Felippini, e Feres Junqueira Najm, chefe de Divisão de Gerenciamento do PROCON/RP.

O vereador Jean Corauci ouvu do delegado da Receita Federal, que são analisados 108 municípios no estado de São Paulo, e Ribeirão está em 24º dentre as cidades com combustível mais caro. Glauco explicou que existem alguns fatores que contribuem para a diferença de preços entre as cidades. Normalmente nas cidades turísticas os preços dos combustíveis são mais elevados, postos bandeirados, localização e a quantidade comercializada são alguns destes fatores.

O chefe do Procon, Feres Junqueira, informou que para averiguação, foram notificados 162 postos em Ribeirão, e até o momento faltam somente 26 para responderem. Será realizado levantamento para verificar se existe a prática abusiva. “Aqui em Ribeirão, o que a gente vem acompanhando e verificando é que existe, no final, um alinhamento de preços, que pode caracterizar diversas situações, inclusive crime” relatou Feres.

O Procon está trabalhando com todos os dados adquiridos nas notificações, para averiguar se existe algum fornecedor que esteja praticando alguma atitude abusiva.

Outra questão que deverá ser investigada, e foi apontada por Felippini, é a possibilidade de algum estabelecimento, após ouvir através da mídia que o combustível sofrerá aumento nas distribuidoras ou refinarias, e imediatamente praticar o aumento com o que já se encontra no reservatório do estabelecimento. Sendo essa atitude passível de multa e penalização.

A intenção da CEE e de todos os órgãos que se encontram envolvidos na investigação tem como objetivo analisar dados e documentos de todos os postos que possivelmente alteraram o preço de forma abusiva, será configurado crime, e assim, o Ministério Público será notificado, como o Gaeco, para fazer uma conduta judicializada.

Finalizando a reunião, Glauco lembrou que todos os encargos praticados já estão incluídos no preço cobrado pelas distribuidoras, e o que é retirado do lucro dos donos de postos, são somente imposto de renda de pessoa jurídica e IPTU.

Mais

IPTU VERDE – IMPOSTO MAIS BARATO E RIBEIRÃO MAIS VERDE

Imagine economizar e ainda garantir uma vida melhor para seus filhos e as próximas gerações?

A criação do IPTU Verde vem ao encontro do desejo da maioria dos ribeirão-pretanos. A lei de Jean Corauci garante até 12% de desconto no IPTU para os moradores que adotarem medidas ambientais dentro de casa. Ou seja, você que já instalou placas de geração de energia na sua casa vai ter desconto.

Cada medida ambiental adotada corresponde a uma porcentagem de desconto. Os índices vão se somando e chegam no máximo aos 12%. Os moradores que adotarem o reuso d’água, geração de energia e manutenção de área verde terão o desconto maior em comparação com quem adota apenas uma dessas medidas.

Jean Corauci lembra que o IPTU Verde, diferente do que muitos pensam, não tem impacto apenas na vida de quem tem dinheiro para investir e fazer as mudanças nas residências. “Hoje, os projetos de casas populares já contam com placas de geração de energia, como ocorre no Paulo Gomes Romeo. É uma lei democrática e que garante o benefício para toda a cidade”

Mais

LEI QUE PERMITA DESEMBARQUE FORA DO PONTO DE ÔNIBUS

Medida vai beneficiar mulheres e idosos, que poderão escolher local mais seguro para descer dos ônibus

 O vereador Jean Corauci quer que Ribeirão Preto permita que mulheres e idosos possam escolher o local mais seguro e adequado para desembarcar dos ônibus do transporte público. A medida valeria das 22 horas às 5 horas.

A intenção do parlamentar é que uma lei seja apresentada pelo governo, já que o projeto teria que partir de iniciativa do Executivo. Em São Paulo, essa lei já existe e beneficia milhões de pessoas.

“Imagine o impacto que essa mudança teria na vida das milhares de pessoas que trabalham nas lojas dos shoppings ou estudam à noite? É necessário dar essa segurança para as mulheres e idosos”, afirmou.

A indicação do vereador é clara ou ressaltar que o desembarque pode ser em qualquer momento do trajeto original, não mudando a quilometragem do percurso, por exemplo.

O vereador ainda lembrou que, nos últimos meses, ocorreram muitos casos de arrastões em pontos de ônibus.

“Temos que garantir a segurança de quem precisa usar o transporte público. É uma medida simples que vai ajudar bastante a nossa população”, afirmou o vereador.

Mais

JEAN CORAUCI É ELEITO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE FINANÇAS

O vereador Jean Corauci foi eleito, na noite desta quinta-feira, presidente da Comissão de Finanças, uma das mais importantes da Câmara. A eleição ocorreu na primeira sessão ordinária de 2018.

A comissão tem como papel opinar sobre proposições e assuntos tratem do aumento ou redução de despesa, sobre a atividade financeira do município, sobre a fixação de subsídios e ajuda de custo, entre outras atribuições. 

"É um novo desafio para um ano tão importante para a nossa cidade. Vou trabalhar forte na fiscalização das contas públicas e vou continuar apontando caminhos para que nossa cidade se desenvolva", afirmou Jean Corauci. 

Mais

MEIO AMBIENTE DEIXADO DE LADO


O ACidadeOn mostra hoje um assunto que luto há tempos: a instalação de Ecopontos, as populares caçambas sociais.

Em março do ano passado fiz o pedido para a implantação das caçambas sociais em outros pontos de Ribeirão Preto. A Prefeitura informou que o assunto era estudado. Depois, fiz novas cobranças e a resposta foi que o governo cumpria um acordo com o Ministério Público. 

Hoje, o jornal mostra que o TAC não é cumprido e a Prefeitura será multada. Hoje, o que temos não são Ecopontos, e sim áreas destinadas para o descarte de todo o tipo de lixo, já que não há um trabalho efetivo do poder público. 

Vou continuar cobrando a Prefeitura para que o nosso Meio Ambiente seja respeitado.

Mais

TECNOLOGIA PARA ENCONTRAR CÃES DESAPARECIDOS

Está na hora de aproveitarmos a tecnologia para garantir que os animais de estimação não fiquem em risco. Por isso, já fiz o pedido para que um aplicativo que garante a identificação visual de animais perdidos seja testado em Ribeirão Preto. 

O CrowdPet, aplicativo de celular, monta um banco de dados com informações visuais do bicho. Técnicas usadas em outros aplicativos para identificar pessoas são adotadas neste sistema. 

Funciona da seguinte forma. Você encontra um animal na rua, entra no aplicativo e usa a câmera do celular para fazer a identificação. Tudo de forma rápida. 

O aplicativo foi financiado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Ou seja, foi utilizado dinheiro público para que o projeto virasse realidade. Por este motivo, Ribeirão Preto também tem direito de ser atendida. 

Espero que este benefício chegue logo para nossa cidade. Vou trabalhar muito para que isso vire realidade. 

Mais